Coordenadores, são ouvidos pelo diretor de Planejamento da Urban Systems, André da Cruz
Constituído há 6 anos o Codesc _Conselho de Desenvolvimento Econômico Sustentável, qual tem a representação de 65 entidades de classe, da start a consultoria da empresa Urban Systems, ao projeto Cascavel 2050.
A busca pelas informações e observação dos cenários, sob o olhar dos coordenadores e técnicos convidados, iniciou nesta quarta (11). As seis câmeras técnicas que compõem o Codesc, serão ouvidas entre elas: Saúde e bem-estar, Transporte e Mobilidade e Turismo e Eventos, Urbanismo e Meio Ambiente, Energia e Educação.
“O tête-à-tête é fundamental nessa etapa para ter o colhimento de informações, observando o mapeamento de cenário e colhendo o máximo de dados, ouvindo as expectativas e frustrações”, defende o diretor de Planejamento da Urban Systems, André Montes da Cruz.
O Projeto Cascavel 2050 deverá ser elaborado pela Urban Systems, empresa com bastante experiência nesse tipo de projeto. As etapas são diagnóstico, plano estratégico e plano de ação.
A consultoria consiste num período de seis meses, com reuniões presenciais e videoconferências. Os próximos passos será o aprofundamento de debates em setores, com a participação de lideranças, profissionais técnicos e poder público, os quais serão ouvidos possibilitando a construção de um plano de ações com prioridades definidas.
“A nossa Cascavel de 2050, a Cascavel do futuro, está trilhando um caminho com sinergia junto ao poder público e privado, com desenvolvimento planejado. Várias cidades no Brasil já fizeram isso, e estamos com uma grande expectativa de, junto com a Urban Systems conseguirmos um caminho muito mais curto para crescer com planejamento e desenvolvimento econômico sustentável”, comentou o presidente do Codesc. Alci Rotta Junior.
Crédito: Assessoria